.

.

18/06/12

Sou de barro...



"Não ache que você consegue me entender
com meia hora de prosa.
Sou tal qual moringa d’água.
Simples à primeira vista, como uma boa cerâmica,
mas quem me vê assim, só querendo matar a sede, só de
passagem, não faz idéia da trajetória do meu barro,
nem das tantas
vezes que desejei mudar o meu destino."

(Sou de barro, da querida Solange Maia)

2 comentários:

  1. Anónimo19/6/12

    Lindo isso, De! Vou compartilhar! Bjos e boa semana! - Lu.

    ResponderEliminar
  2. Que lindaaaaa! Lu... obrigada pela visita no meu cantinho! Seja sempre bem vinda! bjos

    ResponderEliminar

Comentários: