.

.

04/07/11

Deixemos a Vida nos levar...



"Deixa assim; deixa o tempo calar tuas dores,

deixa que o passar da vida cure teus amores

nada melhor que o tempo para remendar a alma,

costurar os retalhos de sonhos, os cacos de ilusão...

Desnude a alma! Arranque do corpo as máscaras,

mostre-se nu para esse mundo insano que se diz são.

Deixa assim,

crê naquilo que é certo; crê que os sonhos não morrem,

são como flores, a desilusão é a poda das folhas mortas,

o Sol a esperança que renova essa flor de sonhos.

Crê somente, deixa que o tempo seja Tempo

senhor e dono da vida e de seus mistérios...

Deixa assim...

que a vida te leve, por caminhos e rumos só dela,

e que o tempo seja o vento a soprar tuas dores há tempo,

p'ra que a vida seja o adubo da tua flor de sonhos.

Às vezes é preciso se deixar podar, para florescer...

Deixa o Tempo apenas e crê no que não se vê; mas se sente!

por Anna Carvalho

[....]

Deixo o tempo

esquecer as mágoas que vivi,

os desenlaces que superei,

as lutas que travei.

Deixo o tempo

lembrar as alegrias que vivi,

as tristezas que superei

e este amor que sempre viverei dentro de mim!
Deixo o tempo

fazer-me acreditar

em tudo o que não vejo,

mas sinto..."

por José Manuel Brazão